Conferência “Como construir uma Cidade Verde”

 

No contexto da preparação da candidatura vimaranense a Capital Verde Europeia 2020, realizou-se a 25 de Janeiro, pelas 15h00, no Laboratório da Paisagem (Guimarães), a conferência “Como construir uma Cidade Verde”.

No evento marcaram presença personalidades de relevo no que concerne à implementação de boas práticas ambientais a nível mundial.

O painel “Um novo caminho” teve início com a intervenção da Presidente da Escola de Ciências da Universidade do Minho, Estelita Vaz, que se debruçou sobre o papel da “Universidade na construção de uma cidade mais verde”. Seguiu-se a Professora da Universidade de África do Sul, Jane Carruthers, cuja comunicação abordou a temática das Cidades Património Cultural da Humanidade enquanto cidades sustentáveis.

Para falar das experiências vividas por outras cidades que receberam o galardão Capital Verde Europeia e do futuro do desenvolvimento urbano, estiveram presentes Gunnar Söderholm, responsável pela Capital Verde Europeia 2010, em Estocolmo, e Luis Andres Orive, coordenador da Capital Verde Europeia em 2012, na cidade espanhola de Vitoria Gasteiz. O painel “Boas práticas ambientais” foi encerrado com a comunicação de Miguel Anxo Lores, Alcaide de Pontevedra, cidade premiada em 2015 pela ONU, pela adaptação do seu espaço urbano efetuada com o objetivo de eliminar o trânsito automóvel no centro histórico.

De salientar ainda a presença de Mohan Munasinghe, Vice-Presidente do Painel Intergovernamental para as Alterações Climáticas das Nações Unidas, entidade que em 2007 partilhou o Prémio Nobel da Paz com Al Gore, Will Wynn, arquiteto formado em design ambiental e antigo Presidente da Câmara de Austin, no Texas (EUA), e Mauro Agnoletti, Vice-Presidente da Sociedade Europeia para a História Ambiental e Professor da Universidade de Florença, onde leciona história do ambiente, história da floresta e planeamento ecológico.

A receção aos oradores participantes nesta conferência incluiu uma visita às instalações do CVR, que teve lugar na manhã do dia 25. Nesta visita, tanto os oradores convidados como a equipa técnica da Comissão Consultiva da Candidatura de Guimarães a Capital Verde Europeia ficaram a conhecer as infraestruturas técnicas e o trabalho desenvolvido no Centro, quer ao nível de projetos de IDT, quer de prestação de serviços.

 

Visita às instalações do CVR.

 

Vista da Conferência (Laboratório da Paisagem).