Fibrenamics Green debate Oportunidades de Inovação Sustentável

Evento irá decorrer dia 11 de maio na Associação Empresarial de Portugal (AEP), em Leça da Palmeira.

O projeto Fibrenamics Green – Plataforma para o desenvolvimento de produtos inovadores com base em resíduos vai organizar, em parceria com a Associação Empresarial de Portugal (AEP), no próximo dia 11 de maio um workshop sobre Oportunidades de Inovação Sustentável, que decorrerá, a partir das 14h00, no edifício da AEP, em Leça da Palmeira. Este evento marca a última sessão de apresentação pública do projeto Fibrenamics Green.

A par da sessão de abertura, que contará com a intervenção de Rosário Azevedo, representante do Programa Operacional Norte 2020, haverá um momento de assinatura oficial do protocolo da parceria entre a Fibrenamics, o CEDRAC e a AEP. O workshop irá contar também com a participação de Cláudia Guterres da AEP, que fará a apresentação da Plataforma digital Novo Rumo a Norte, de Benedita Chaves da Lipor, que irá falar sobre “Soluções sustentáveis de gestão de resíduos” e da Sonae, numa apresentação sobre “Sustentabilidade empresarial”.

Por fim, haverá um momento de networking tecnológico onde se poderá visitar a exposição “Fibrenamics Green – Do Resíduo ao Produto”.

O Fibrenamics Green é um projeto de inovação sustentável, que está a ser desenvolvido pela Plataforma Internacional Fibrenamics da Universidade do Minho, em parceria com o CVR - Centro para a Valorização de Resíduos, e que visa a incorporação e valorização de resíduos provenientes de várias indústrias para o desenvolvimento de produtos inovadores.

O evento é gratuito, no entanto requer inscrição que pode ser efetuada em: https://www.web.fibrenamics.com/pt/evento/workshop-fibrenamics-green-oportunidades-inovacao-sustentavel/

O Projeto Fibrenamics Green – Plataforma para o desenvolvimento de produtos inovadores com base em resíduos, com a referência NORTE-01-0246-FEDER-000008, é cofinanciado pelo FEDER no âmbito do Programa Operacional Regional do Norte NORTE2020, com um custo total elegível de 552.856,83€, apoio financeiro da EU de 469.928,31€ e autofinanciamento de 82.928,52€.