Eco Sustainable Rail

 

 

 

Projeto nº 017972


Eco Sustainable Rail - Valorização de plásticos mistos no desenvolvimento de travessas de caminhos-de-ferro eco sustentáveis
Cofinanciado pela União Europeia através do FEDER - Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, enquadrado no COMPETE 2020 - Programa Operacional da Competitividade e Internacionalização do Portugal 2020.

Custo total elegível 1.317.809,57€
Apoio financeiro da EU 845.477,90€
Autofinanciamento 472.331,67€

Localização Portugal

Consórcio
Extruplas - Reciclagem, Recuperação e Fabrico de Produtos Plásticos, Lda. (Promotor Líder)
CVR - Centro para a Valorização de Resíduos (Copromotor)
PIEP Associação - Pólo de Inovação em Engenharia de Polímeros (Copromotor)

 

Síntese

Descrição
O projeto ECO SUSTAINABLE RAIL pretende valorizar plásticos mistos no desenvolvimento de travessas de caminho-de-ferro ecosustentáveis, que serão testadas em cenário real de funcionamento na Infraestruturas de Portugal (IP).Globalmente o projeto permitirá contribuir para a redução da deposição de plásticos mistos em aterro, responder a uma necessidade do sector ferroviário e permitir a expansão e diferenciação do portfólio de produtos da EXTRUPLÁS, permitindo reforçar o seu posicionamento no seu setor de atividade.

Objetivos
Este projeto pretende explorar a possibilidade da produção de um novo produto, de elevada exigência técnica e características específicas, a partir de uma mistura de plásticos provenientes da fileira dos plásticos mistos. Pretende-se atuar ao nível da valorização deste resíduo, para produzir um produto de elevado valor técnico - as travessas para linhas de caminhos-de-ferro. O objetivo final será o desenvolvimento de travessas de caminho-de-ferro ecosustentáveis (em fase protótipo), que serão testadas em cenário real de funcionamento.
O projeto apresenta ainda os seguintes objetivos específicos:
- Investigação e desenvolvimento de um novo material maioritariamente de plásticos mistos;
- Investigação de uma geometria de travessa (especificação do produto) que permita responder a questões funcionais de assemblagem, amortecimento e vibrações;
- Investigação de um novo processo produtivo que responda aos requisitos definidos para este tipo de produção;
- Desenvolvimento da análise do ciclo de vida e custo, assim como a avaliação ambiental das travessas testadas em cenário real;
-Testes e ensaios das travessas em situação real de funcionamento.