EGR– EcoGreenRoof

 

 

 

Projeto nº 033728

EGR – EcoGreenRoof: Desenvolvimento de eco-materiais para coberturas verdes

Cofinanciado pela União Europeia através do FEDER - Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, enquadrado no COMPETE 2020 - Programa Operacional da Competitividade e Internacionalização do Portugal 2020.

Custo total elegível 684.680,29€
Apoio financeiro da EU 469.994,97€
Autofinanciamento 214.685,32€

Período de execução
De 01-10-2018 a 30-09-2021

Localização Portugal

Consórcio
NEOTURF - Construção e Manutenção de Espaços Verdes, Lda. (Promotor Líder)
W2V, S.A. (Copromotor)
CVR - Centro para a Valorização de Resíduos (Copromotor)
ITECONS - Instituto de Investigação e Desenvolvimento Tecnológico para a Construção, Energia, Ambiente e Sustentabilidade (Copromotor)

Síntese
Descrição
O EGR – EcoGreenRoof visa o desenvolvimento de substratos ecológicos, através da seleção e utilização de resíduos industriais de base inorgânica e orgânica, para aplicação em coberturas verdes.
Procurar-se-á que as formulações sejam tentativamente produzidas, de modo exclusivo, a partir de resíduos industriais e/ou materiais derivados do tratamento de resíduos, quer na parte inorgânica inerte, quer na componente orgânica vegetal. As formulações serão desenvolvidas em escala piloto, em instalação a estudar, desenvolver e construir durante o projeto. Os substratos produzidos serão testados em condições reais validando-se os mesmos e o processo de produção inerente, assim como obtendo dados essenciais para a sua comercialização, na componente técnica, económica e também ambiental.

Objetivos
Pretende-se desenvolver um sistema que assentará num processo de transformação e valorização dos resíduos de diferentes setores económicos e que terá como objetivos macro:
- Reutilização e valorização de recursos: utilização de resíduos de forma transversal, pois serão usados resíduos com diferentes composições e origens;
- Desenvolvimento de produtos de valor acrescentado e eco-eficientes: desenvolvimento de substratos com materiais reciclados que poderão substituir os produtos convencionais, o que se perfila em alinhamento com os conceitos de economia circular;
- Melhoria económica do setor das coberturas verdes: a utilização destas matérias-primas alternativas permitirá reduzir substancialmente o custo dos substratos, o que levará a diminuir igualmente o custo final das coberturas verdes;
- Análise da viabilidade de outras aplicações: será analisada a viabilidade de aplicação dos materiais reciclados selecionados na produção de substratos para jardinagem ou viveiros, aumentando assim o leque de potenciais clientes para as soluções encontradas;
- Melhoria ambiental e redução das emissões de carbono: a disseminação alargada dos resultados deste projeto possibilitará que a utilização de coberturas verdes seja mais generalizada no contexto das infraestruturas verdes das cidades, promovendo uma melhor qualidade ambiental dos espaços urbanos. Para tal, serão quantificados os benefícios energéticos ao nível da aplicação destes substratos em coberturas verdes.